ILHA DOS AMORES | 17Jun2007 21:20:00

Publicado por:





E NAS ILHAS DOS AMORES
SOB LUARES, SÓIS, MANTILHAS,
VIOLEI FRUTOS E PARTI BILHAS;
CALQUEI O CHÃO SENTI ODORES...
CONSPURQUEI COM PÉS...MILHAS.

NÃO ME LEMBRO SE NASCI.
VI MUSEUS RETRATOS VELHOS TRAPOS
EX CALENDÁRIOS, RELÓGIOS APTOS;
OLHEI SAUDADES QUE ESQUECI.
(NÃO ME LEMBRO SE MORRI).

ESTOU ESGOTADO...
NÃO DAS FADIGAS DE AZÁFAMA
DO PENSAR, AMAR...TRABALHO.
...NÃO TENHO MAIS PARA DAR,
ESGOTEI. MAIS NADA.





Entre a vida e a morte ambas acontecem.

Partilhar:

Artigos Relacionados

Para poder comentar necessita de iniciar sessào.

Painel controlo
  • Email:
  • Palavra-passe:
  • Lembrar dados
  • Ir administraçào


Da poesia
Poetas-2
Últimas Galeria
©2017, BlogTok.com | Plataforma xSite. Tecnologia Nacional